Mensagem de Natal (original 2006)

Em Qui, 2006-12-21 às 18:51 -0200, Luiz Fuzaro escreveu:
> -----BEGIN PGP SIGNED MESSAGE-----
> Hash: SHA1
> 
> Saudações,
> Neste final de ano, inspirado pelo momento das festas e o encerramento
> de mais um ciclo de minha vida, resolvi agradecer. Um agradecimento
> democrático e abrangente, pois todos que compartilharam da minha
> existência durante este período, seja pessoalmente, por e-mail,
> pensamento ou desejo, me ajudaram a trilhá-lo e a completá-lo com
> muitas ocorrências tornando-o divertido interessante, em suma muito
> rico de emoções e conquistas.
> Em primeiro lugar, gostaria de agradecer os FDP* que criaram
> obstáculos, barreiras e dificuldades para mim, seja no exercicio de
> meu trabalho ou na vida em geral, são pessoas que fazem corpo pesado,
> dão informações erradas, jogam contra, destrõem aquilo que foi
> contruído, e outras sacanagens mais. Estes realmente merecem um
> agradecimento especial pois sem sua ajuda eu não poderia ter me
> esforçado e me superado para poder fazer frente as forças contrárias e
> exigindo de mim um dedicação maior que o normal e uma disciplina para
> suplantá-los e os desafios gerados por suas ações e conseqüencias.
> Na seqüencia agradeço também os invejosos, olhos grandes, mesquinhos e
> outros ratos, capazes de fazer qualquer patifaria para que, na visão
> deles, se equipararem a mim em posses, competências, habilidades,
> facilidades, contatos, amizades ou qualquer outra coisa que me
> diferencie deles que seja objeto de desejo ou de cobiça da parte
> destes. A estes eu agradeço muito, mas, muito mesmo, porque se não
> fossem eles, eu não conseguiria distinguir aqueles que me são leais,
> amigos, pau prá toda obra, que me elogiam, querem meu bem e de minha
> família e que ao final de mais um ano fazem parte parte do círculo de
> pessoas que considero e que a cada ano aumenta mais. Seguindo gostaria
> de agradeçer muito, com especial dedicação, os ignorantes, mal-amados,
> mal-treinados, mal -instruídos, mal educados e os mau caráter que com
> suas trapalhadas, falta de atenção, arrogância, descompromisso e falta
> de educação, e que na maioria das vezes não são feitas nem por maldade
> eu agradeço de joelhos. Estes me ensinaram que tenho de ser mais
> humano, paciente, as vezes complacente, humilde, condescendente, ter
> palavras amigas no bolso, e alguns ensinamentos, pois me ajudaram a
> reconhecer nem todos são iguais e tiveram as mesmas condições de
> educação, de família, de ambiente, renda ou cultura e que me mostraram
> que de vez em quando, a interpretação vale mais que o fato em si.
> Um agradecimento muito especial as pessoas que não tive contato
> pessoal este ano, nem por e-mail, nem em pensamento, aliás, realmente
> agradeço a não saber nem mais quem são, e espero que continue assim,
> pois este tipo de gente me auxilia bastante porque me ajuda a
> descobrir que a memória descarta coisas que aborrecem, não interessam,
> entristecem, e outras coisas mais que os tipos anteriores que agradeci
> são capazes de fazer, e de minha parte farei de tudo que for possível
> para que no próximo ano eles estejam aqui incluídos.
> Agradeço de coração aos inimigos confessos, concorrentes, adversários,
> como próprio sufixo permanece e modificação se da apenas no prefixo
> estes, possuem, como os amigos, diversas qualidades que por vezes põe
> a mostra nossas fraquezas nos derrotam em algumas batalhas e fazem a
> vida ter exemplos e nos testam para ver se realmente estamos dispostos
> a seguir em nossos objetivos a estes por sua lealdade, mesmo que as
> regras, eu também agradeço.
> Por último, reservo um carinho especial e um agradecimento solidário,
> terno e delicado aos que gostam de mim, me aturam, são meus amigos,
> companheiros, parceiros de trabalho, cúmplices, familiares, esposa. A
> estes eu me rendo, pois me ajudam, me ensinam, me acompanham,
> auxiliam, socorrem, emprestam dinheiro, são solicitos enfim, ajudam na
> minha existência e servem de exemplo para que eu possa me espelhar e
> seguir ao menos algumas de suas qualidades. Obrigado por deixar eu
> participar das vossas existências.
> Por fim agradeço a Deus por existirem pessoas assim, sem elas, seria
> realmente difícil a humanidade evoluir e nós chegarmos onde estamos.
> Desejo a todos, um Feliz Natal e Próspero Ano Novo cheio de saúde e
> muitas felicidades
> São os sinceros votos de Luiz Fuzaro.
> Abraços
> 
> 
> 
> 
> - --
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s